20 de novembro de 2018

Curso de Manipulação de Alimentos atrai grande público ao NAT


Na manhã desta terça-feira, 20, aconteceu mais uma Oficina de Qualificação Profissional, no auditório do Núcleo de Apoio ao Trabalhador (NAT), órgão vinculado à Secretária de Estado do Trabalho, da Inclusão e Assistência Social (Seidh). Dessa vez, o curso de curta duração foi de Manipulação de Alimentos, ministrado por membros do Departamento de Segurança Alimentar e Nutricional da Seidh (DSAN).

“A ideia promover uma compreensão sobre as práticas e cuidados de higiene na hora do manuseio dos alimentos para garantir a qualidade e a segurança alimentar do consumidor. Foi um momento muito importante porque o profissional pode tirar dúvidas e se aperfeiçoar sobre as etapas dos processos dos manejos alimentícios”, comentou Lucileide Rodrigues, diretora do DSAN/Seidh.

A turma contou com 42 alunos, entre elas Maria Marcilene, que trabalha com a área de restaurantes. “Essa foi uma oportunidade de absorver conhecimento no meu ambiente de trabalho. Assim que soube do curso, corri para me inscrever. Meu foco é atualizar ainda mais na área em que atuo. Sei que vou levar bastante conhecimento para minha vida profissional”, afirmou.

De acordo com Sandra Magna Rezende, coordenadora Estadual de Trabalho e Emprego, esta foi a primeira vez que o curso de Manipulação de Alimentos entrou para a lista das Oficinas de Qualificação Profissional do NAT.

“Sempre avaliamos a demanda do mercado e a necessidade que o público precisa para se aperfeiçoar ou ter uma recolocação profissional. O curso de Manipulação de Alimentos superou nossas expectativas e alunos aprovaram”, destacou Sandra Magna, reforçando que para o mês de novembro foram ofertadas 610 vagas, distribuídas nos cursos: Informática Básica e Intermediária, Liderança e Desenvolvimento de Equipe, Nova Legislação Trabalhista, Educação Previdenciária, Design de Sobrancelhas.

“As Oficinas de Qualificação Profissional de novembro encerram o ciclo de capacitações gratuitas realizado desde o início de 2018. De fevereiro até agora, o NAT já qualificou mais 7 mil, o que tem colaborado com inserção no mercado de trabalho cada vez mais exigente. Todos os participantes recebem certificado ao final do curso”, pontuou.